A DG AAC 08 na hora de despedida.

andre-oliveira2

André ladeou-se, entre outros, com Pedro Simões (administrador) e Jorge Serrote (vice-presidente) e fez um mandato único. Estes dois últimos elementos, cruciais no sucesso da Queima das Fitas 2007, foram peças fundamentais para o excelente trabalho de André Oliveira. Arriscamos a dizer que foi a melhor equipa de trabalho da última década, principalmente pela aproximação às Secções (desportivas e culturais) e pela corajosa “lavagem” de alguns vícios duvidosos que estavam instalados na AAC. André Oliveira, hirto nas suas decisões, soube romper com a inércia e a médio prazo os resultados serão francamente visíveis.

André Oliveira foi sucessivamente atacado, principalmente pelo Conselho Cultural, por ter tido preferência em trabalhar com as Secções Desportivas. Esses ataques não têm qualquer significado e reflectem a visão de uns quantos inertes que invejam o dinamismo dos colegas de Desporto. Alias, se analisarmos o espectro das pessoas do Plenário das Secções Desportivas advínhamos um dinamismo alicerçado pela entrega aos valores da AAC. São mais HOMENS, portanto. E os HOMENS, diferente dos ratos, lutam pelos ideais que acreditam, ultrapassam obstáculos, esgrimam o confronto com o respeito pela diferença e competem com ambição q.b. Alem da atitude, que já é marca no Brio(sa) da AAC, as Secções Desportivas são viveiros de campeões de grande nível.

São muitos os feitos desta DG 2008. A Medalha Honorifica entregue pela UC foi um premio justo, há muito merecido, mas entregue em boa hora e nas mãos de quem geriu exemplarmente um ano na vida da AAC.

No campo desportivo esta DG reabriu o emblemático Campo de Santa Cruz, homologou uma PRO-Secção (Bilhar), trabalhou no estatuto do Atleta Estudante e, juntamente com o Conselho Desportivo, elaboraram uma mega campanha de marketing eficaz que só enaltece a AAC.

Na cultura alojaram Secções que não tinham espaço de trabalho, ajudaram na alteração do Regulamento Interno do Conselho Cultural e o Pelouro da Cultura soube espevitar Secções adormecidas.

Na área social foram mais que muitas as iniciativas. Destaque para campanhas de solidariedade, abertura da AAC à sociedade civil (da penitenciaria à Casa dos Pobres, passando pelas ruas da cidade com iniciativas visíveis) e a criação do Gabinete de Empreendedorísmo.

Na politica de educação a DG 08 evitou, e bem, o histerismos das manif´s dos esquerdistas da nova vaga (a do vazio). André Oliveira primou pela criatividade e irreverência coimbrã, passeou-se com uma vaca magra no cortejo da Festa Académica. Brutal, no mínimo. Julgamos que o chapadão teve muito mais impacto.

Estas, e muitas outras, acções desta DG foram meticulosamente preparadas para terem visibilidade nos media. André Oliveira muniu-se de pessoas eficazes, discretas, e pôs a funcionar um gabinete de comunicação que soube inscrever o nome da AAC nos títulos dos jornais. O jornal As Beiras, por exemplo, escreveu mais sobre a AAC numa semana que o jornal A Cabra (jornal da Academia, pago pela Academia e propriedade da AAC) em todo o ano.

O silenciamento às actividades realizadas na AAC, por parte do jornal A Cabra, é tanto que até assusta. Vingançazinhas de merda feitas por gente demasiadamente preocupada em ter o umbigo nos olhos. Compreendemos que um jornal não deve  servir para propaganda, muito menos é um sítio de notícias pedidas, mas silenciar e rejeitar os colegas revela bem a atitude de quem é capaz de cuspir no prato que come. Sim, a Secção de Jornalismo (A Cabra) é uma das que mais recebe na actual atribuição de verbas. O que vai para eles não vai para os que silenciam. Cresce a arrogância e o umbigo, decresce a atitude e o verniz vai estalando.

A cereja podre no bolo
Nem tudo foram rosas na DG presidida por André Oliveira. Nunca entendemos a atitude desta DG para com o circuito interno, gerido pela tvAAC. No ano anterior foram ferozes críticos à DG, presidida por Paulo Fernandes e administrada por Hugo Julião, por tal “dádiva” (custos e etc). No ano que foram DG, pactuaram com a “marosca”. Pior, viram rebentar com um projector – um outro papa gordura nas cantinas – e os monitores estão constantemente ligados quando não se vê passar conteúdo. Para agravar ainda ajudaram a financiar, com mais 2 mil e tal euros, a extensão do circuito interno para o Pólo II. Para nada passar, portanto. Até podem fazer esses investimentos mas que os desliguem quando não têm emissão. Ou seja,…topas?

A ainda DG despede-se com uma Magna. Pelas 22:00 H, na Cantina dos Grelhados, será conhecido o relatório de contas AAC 2008.

This entry was posted by Paulo Abrantes.

3 thoughts on “A DG AAC 08 na hora de despedida.

  1. Quero começar por demonstrar o meu agrado em ler este blog, por várias razões, a mais importante é pela vontade de rir que me provoca :), as outras razões estão ligadas à necessidade de tentar compreender lógicas que estão muito longe daquilo que tenho como aceitável, no mínimo… Vê-se claramente que não é um blog imparcial, não não se espera tal coisa, vê-se perfeitamente, transpira evidentemente, as relações pessoais que estão por trás das opiniões aqui manifestadas…
    Adoro a expressão “histerismos das manif´s dos esquerdistas da nova vaga” contraposta à “grande” atitude tomada por André Oliveira quando resolveu passear orgulhosamente uma vaca magra no cortejo académico. APROPRIADO digo, suponho que a vaca, num cortejo académico, simbolizasse todos os estudantes com dificuldades, desde trabalhadores-estudantes (oh, peço desculpa não dar tanta relevância ao atleta-estudante), ao estudante extremamente carenciado (que os há muitos queridos jotas cheios de tachos)que pondera entre se endividar para a vida (porque as bolsas não são pagas a tempo e os seus representantes não tomam posições institucionais qt a isso)e abandonar a “vida académica” para ser, das duas muitas, um respeitado desempregado ou mais um das muitas máquinas automáticas de trabalho alimentadas a recibos verdes! É preciso estar muito longe de querer estar em contacto c a realidade, é preciso ser cada vez menos representante e mais do que nunca um agente de marketing que qualquer dia (não sei se já há) até toques de telemóvel elevam o ilustre nome da nossa Academia. A Academia não são esses gajos, não és tu, é quem vive anomimente os problemas do verdadeiro estudante, somos todos nós que vemos cada mais a lógica de cada um por si funcionar sentindo-nos impotentes, não irá durar, digo, não irá durar, espero, para bem da sanidade do ser humano que é estudante :)…
    Uma palavra que resume o mandato desta DG, e fazendo um enfoque muito especial na orgulhosa passeata da vaca magra e seu dono :), RIDÍCULO!
    Obrigada, vou continuar a visitar com muita curiosidade e boa disposição

  2. Fonseca,

    “Vê-se claramente que não é um blog imparcial, não não se espera tal coisa, vê-se perfeitamente, transpira evidentemente, as relações pessoais que estão por trás das opiniões aqui manifestadas…”

    Um blog é feito por humanos, como tal as relações pessoais são factores determinantes para manifestar opiniões. What´s the problem?

    Quanto ao ridículo, respeitamos o ponto de vista.
    És vegetariano? (a tal vontade de rir…lol)

  3. Por acaso, sou vegetariano, é engraçado teres tido essa perspicácia lol… Mas é evidente que não foi isso que ditou a minha opinião crítica. Respeito o peso das relações pessoais mas não acho que isso seja impeditivo de defendermos uma forma de fazer/exercer política da forma como se nos apresenta mais justa (esta forma encontra-se em critérios mais objectivos que as relações pessoais)… Vou acompanhando,nos pontos em que não se aborda a associação académica e a sua DG acho que já se podem notar algumas notas de imparcialidade… 🙂

    Até mais

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: