Académica, campeã… da indisciplina.

O futebol em Coimbra sofre o síndroma da cidade: a paradoxialidade. Estão, com mérito, na Final da Taça. Mas, não tarda, podem baixar de divisão. Equilíbrio é coisa que não abunda nesta cidade, nem no futebol.

A AAC/OAF, equipa com o 5º maior orçamento (segundo consta) da Liga ZON, este ano só serviu de estorvo aos grandes. A equipa técnica, e os seus jogadores, só têm futebol para as 3 grandes equipas (Porto, Benfica e Sporting). Não é mau, mas é insuficiente. Perder em casa com o Olhanense? Só lideram nos cartões amarelos e vermelhos?

Anúncios
This entry was posted by Paulo Abrantes.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: