Defender a Lusa é defender a própria democracia!

Os jornalistas e outros trabalhadores ao serviço da Lusa – Agência de Notícias de Portugal, SA, empresa de capitais maioritariamente públicos e ameaçada por um corte brutal na indemnização compensatória que lhe é devida pelo Estado, iniciaram hoje, 18 de outubro, uma greve por um período de quatro dias.

Os jornalistas e os restantes trabalhadores paralisam não apenas porque é justo que defendam os seus postos de trabalho, mas também – e essencialmente! – porque é seu dever lutar para defender a agência noticiosa nacional, que o corte de 30,9% previsto na proposta de Orçamento de Estado para 2013 condenará à destruição.

Defender a Lusa é pugnar por uma informação livre, plural e diversificada, ao serviço das comunidades locais e regionais, num Portugal desenvolvido com assinalável presença no mundo, contribuindo para aproximar os portugueses da diáspora do território nacional e para a difusão e preservação da Língua Portuguesa, em Macau e nos países lusófonos: Brasil, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Defender a Lusa é defender a própria democracia!

Anúncios
This entry was posted by Paulo Abrantes.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: