Política Partidária = Poder = Vinganças

free_press2

Cristina Martins, antiga coordenadora da secção da Sé Nova do PS de Coimbra, recebeu na terça-feira ordem de expulsão do PS (da qual pretende recorrer), depois de em 2011 ter comunicado a existência de inscrições de militantes com “moradas que não existem”, “moradas erradas” e “duplas filiações”, entre outros casos. Ler MAIS…

Mais recentemente, foram também expulsos do PS:  Elísio Estanque, Pedro Bingre e Júlio Ramos.

 Há mais de 3 décadas que é assim, no ping-pong governamental do nosso país.

Os “2 grandes”, PS e PSD, vão alternando no poder e na vingança. Primeiro começam internamente, em cada partido. Lavam militantes, escorraçam “quem não interessa”, muitas vezes por revelarem a verdade dos podres existentes. Depois vão para o poder e, de (quase) instituição a instituição, vão meter fora quem estava anteriormente. Os cargos são escolhidos politicamente, e não pela capacidade empreendedora para os referidos cargos.

Quem está no poder, independentemente de quem seja, vinga-se, persegue e tenta liquidar a todo o custo aqueles que de alguma forma os possam “ofuscar”.

Anúncios
This entry was posted by Paulo Abrantes.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: